] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 28/05/2022 - 12:57
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


JANEIRO ROXO
Semusa promove conscientização sobre a hanseníase

Data da notícia: 2022-01-10 18:37:14
Foto: Assessoria/Divulgação
Servidores distribuíram panfletos educativos com informações sobre a prevenção e o tratamento contra a doença

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), realizou o pit-stop da Campanha Janeiro Roxo, o mês de prevenção e combate à hanseníase. A ação aconteceu na manhã desta segunda-feira (10), no cruzamento entre a avenida Marechal Rondon e a Rua dos Mineiros, em frente ao Supermercado Irmãos Gonçalves, com o objetivo de promover a conscientização sobre a doença.

“Nossa ação visa a conscientização e o combate à hanseníase. O Ministério da Saúde adotou o mês de janeiro, para que os municípios trabalhem as ações com a população, embora essa conscientização deve ser realizada durante o ano todo”, destacou Marcia Gisele Peixoto, enfermeira da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Semusa.

A programação do Janeiro Roxo em Ji-Paraná é desenvolvida em uma parceria entre o Departamento de Serviços Especializados (DSE), o Centro Especializado em Patologias Tropicais Padre Adolfo Rohl, o Departamento de Atenção Básica (DAB) e as divisões de Estratégia de Saúde da Família (ESF), Vigilância Epidemiológica e Programas Estratégicos.

O pit-stop desta segunda-feira também contou com a colaboração do Centro Universitário São Lucas de Ji-Paraná, que destinou duas tendas e ainda distribuiu brindes para a Campanha Janeiro Roxo.

A hanseníase é uma doença com baixo índice de mortalidade, porém é considerada altamente incapacitante. O paciente que contrai a doença e não inicia o tratamento precocemente corre o risco de ter sequelas.

A doença causa manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, com a alteração ou a perda da sensibilidade no local. Com isso, a pessoa com a doença pode se queimar ou se cortar e não sentir, ter dificuldades para segurar objetos, além da diminuição da força muscular.

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Semusa, oferece o tratamento gratuito contra a hanseníase. Em caso de suspeitas da doença, o morador deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência e, após a avaliação médica, poderá ser encaminhado ao Centro Adolfo Rohl, para realizar o teste.

Em casos de diagnósticos clínicos e laboratoriais positivos, o paciente receberá o tratamento com médico especializado, fisioterapeuta e atendimento de enfermagem, todos fornecidos pelo SUS, além do tratamento com as medicações apropriadas para a hanseníase.

O tratamento é iniciado imediatamente, com o paciente deixando a unidade já com a medicação em mãos. Lembrando que deverá seguir o tratamento à risca, com duração de seis meses há 1 ano, sempre respeitando a conduta médica.

O Centro Especializado Padre Adolfo Rohl fica localizado no centro de Ji-Paraná, na rua Presidente Vargas, ao lado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h.


Fonte: Ascom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.