] Jornal Correio Popular
Ji-Paraná(RO), 12/06/2021 - 16:08
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


MEIO AMBIENTE
Sedam destaca atuação do estado em prol do combate às queimadas

Data da notícia: 2021-05-27 10:32:58
Foto: Assessoria/Divulgação
Diversas ações já estão sendo tomadas para impedir o crescimento do número de incêndios e queimadas em propriedades particulares

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), sob o comando da Coordenadoria Estadual de Educação Ambiental (Ceam), tem garantido o direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado à população rondoniense, priorizando ações de combate a queimadas ilegais e focos de incêndios.

Primando pela qualidade de vida dos cidadãos, no primeiro momento, o órgão atua de maneira sensibilizada e preventiva em conjunto com diversos municípios da região.

Atualmente, em virtude da pandemia, diversas ações já estão sendo tomadas para impedir o crescimento do número de incêndios e queimadas em propriedades particulares, que resultam na possível ação descontrolada. Fator, que devido ao excesso de fumaça gerada, também permite o agravamento de problemas respiratórios em pessoas que já se encontram doentes por problemas semelhantes.

Nesta linha, são cumpridas as orientações do Plano de Gestão Ambiental de Prevenção e Combate às Queimadas e Incêndios Florestais, no qual o Poder Executivo viabiliza várias ações em conjunto com órgãos do estado e gestores dos 52 municípios, fortalecendo a promoção à educação ambiental e conscientização de prevenção.

De acordo com a coordenadora Estadual de Educação Ambiental, Maricélia Cantanhêde, a primeira fase, que ocorre de abril a junho deste ano, consiste em campanhas reflexivas sobre práticas humanas com orientações por meio de blitz educativa, com apoio da Defesa Civil Estadual do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e Defesa Civil Municipal. “Distribuímos panfletos e divulgamos nas redes sociais.

A segunda etapa será de julho a outubro, cuja finalidade será de uma fiscalização mais ostensiva, considerando o período que acontece a seca (estiagem)”, complementa.

Esta etapa terá como foco prejuízos legais e ambientais, enfatizando a importância da colaboração cidadã nos casos de denúncias de crimes ambientais cometidos. Nas situações que favoreçam atos irregulares, o responsável é autuado. O monitoramento é realizado junto a Coordenadoria Estadual de Proteção Ambiental (Copam), o CBM, Departamento de Defesa Civil Estadual e o Batalhão de Polícia Ambiental (BPA).

Após a atuação do governo nas comunidades urbanas e rurais dos municípios, será elaborado o Cronograma Fase II, com missões executadas de acordo com o monitoramento de índices de focos de calor, denúncias e ocorrências registradas ao longo de 2021. Para isso, a frente de trabalho conta com a Copam e Batalhão da Polícia Ambiental do Estado de Rondônia.

Os incêndios na floresta amazônica são causados pelo clima quente e seco, geralmente provocados por fagulhas de fogo, desde um relâmpago até um simples cigarro acesso. Quando não são tomados cuidados básicos, o resultado é devastador.

Segundo o relatório final apresentado pela Sedam, em 2020, foram encontrados focos de calor, que consistem em dados capturados por satélite emitindo a temperatura de uma determinada região acima de 47 ºC (graus celsius). Para 2021, ainda estão sendo feitos os registros de focos de calor pela Sedam.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.