] Jornal Correio Popular
Quinta-feira, 26 / 11 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


AGRONEGÓCIO
Piscicultores discutem fortalecimento do setor em Ji-Paraná

Data da notícia: 2020-11-20 18:31:07
Foto: Assessoria/Divulgação
Com quase 100 mil toneladas, Rondônia foi o maior criador de tambaqui em 2019

O fortalecimento do setor pesqueiro será discutido, na próxima semana, em cinco cidades da região de Ji-Paraná. O objetivo é apresentar a estrutura frigorífica de peixe instalada em Alvorada do Oeste, que é capaz de absorver a demanda produtiva da região no processamento do peixe para comercialização.

Os encontros com os piscicultores, sempre na parte da manhã, obedecerão ao seguinte calendário: Urupá e Teixeirópolis, na segunda-feira (23); Mirante da Serra, na terça-feira (24); e, Ji-Paraná e Presidente Médici, na quarta-feira (25).

Em Ji-Paraná, a reunião está marcada para ser realizada no auditório da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri), a partir das 9h.
A mobilização dos participantes está sob a responsabilidade dos técnicos dos escritórios da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) das cidades participantes.

Sobre o fortalecimento proposto no encontro, o chefe da Emater em Ji-Paraná, Gabriel Cordeiro, adiantou que está prevista a possibilidade de criação de uma associação entre os piscicultores durante as discussões. O tamanho e o peso do peixe devem ser padronizados para que a comercialização seja garantida.

“A união dos produtores em prol da coletividade comum é um desafio que certamente vai gerar maior desenvolvimento do setor na região”, frisou Cordeiro.

O chefe da Emater também pontuou que o frigorífico de peixe fica bem localizado, entre as quatro cidades da região Central de Rondônia, favorecendo a logística dos produtores.

“A indústria de processamento do peixe em Alvorada do Oeste já não é mais um problema aos produtores”.
Em 2019, Rondônia foi classificado o estado brasileiro com maior produção de peixe tambaqui criado em cativeiro, com 96 mil toneladas por ano. A região de Ariquemes respondeu por 33% da produção no ano passado.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.