] Jornal Correio Popular


Quarta-feira, 03 / 03 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


PANDEMIA
Comitê divulga dificuldades de catadores de lixo

Data da notícia: 2020-08-25 15:24:26
Foto: Assessoria/Divulgação
19 mil toneladas de lixo por mês são jogados a céu aberto em lixão de Porto Velho

O Comitê de Atenção aos Catadores de Porto Velho, divulgou uma carta pedindo apoio e maiores cuidados para a categoria, suas famílias e vizinhanças, durante a situação de emergência sanitária provocada pela pandemia da Covid-19.

Conforme o documento, os efeitos da pandemia nessa classe de trabalhadores são dramáticos, pois eles estão se expondo a contaminação enquanto lidam com os resíduos descartados de forma irregular, como as máscaras nos lixos domésticos.

O texto manifesta preocupação, especialmente, com os catadores da Vila Princesa. Mas pontua que também existem grupos de catadores organizados na zona leste como os que compõe o coletivo “Unidos pela Vida”.

Segundo informações da Unidade Básica de Saúde da Vila Princesa, até o dia 15 de agosto, sete pessoas haviam testado positivo para o novo coronavírus no local.

“Quando alguém da casa testa positivo e convive em um único cômodo com 10 pessoas, que é a realidade, então uma pessoa pode contaminar 10 e essas respingam em outras... e assim vai”, comenta o médico Karley Rodrigues, que atua na Vila.

Voluntários do comitê, realizam a arrecadação e distribuição de alimentos, produtos de limpeza, máscaras, álcool em gel e o desenvolvimento de projetos de orientação, prevenção e cuidado.

O comitê é formado por representantes da Universidade Federal de Rondônia (Unir), Instituto Federal de Rondônia (Ifro), Cooperativa Rondoniense de Catadores de Materiais Recicláveis (Catanorte), Instituto Lixo Zero entre outros.

Coronavírus x lixo doméstico
Neste momento são necessários cuidados com o lixo produzido em casa, principalmente as pessoas que estão com suspeita ou infecção pelo novo coronavírus. Esses cuidados podem diminuir os riscos de contaminação.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.