] Jornal Correio Popular
Quarta-feira, 03 / 03 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


MEIO AMBIENTE
Estado realiza ações preventivas sobre queimadas em Rondônia

Data da notícia: 2020-08-06 18:02:17
Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) de Rondônia está intensificando as ações preventivas capazes de evitar o cenário que levaria à sobrecarga do sistema hospitalar.

Durante as queimadas de 2016, o Hospital Cosme e Damião chegou a receber o recorde de 100 a 150 crianças por dia, todas elas, vítimas de intoxicações. Pais passaram horas no hospital, enquanto os filhos respiravam com inaladores.

Covid-19 e queimadas causariam uma combinação de consequências muito sérias. A Sedam mantém o monitoramento da situação, passando à fiscalização, a responsabilidade de conter o desmatamento ilegal.

As ações dão sequência ao Plano de Gestão de Combate às Queimadas Ilegais e Incêndios Florestais, que também atua com base na Portaria n° 229, de 27 de julho de 2017, a fim do uso adequado do fogo. A Sedam espera o cumprimento das metas a curto, médio e longo prazo.

“Este ano, falar a respeito de queimadas implica também a prevenção da vida”, disse o coordenador de educação ambiental da Sedam, Fábio França.
Relatório da Universidade Harvard (EUA) aponta para um aumento de 8% na taxa de mortalidade da Covid-19 entre pessoas expostas a partículas finas de poluição conhecidas como PM 2.5.

São partículas minúsculas, pois medem menos de 2,5 micrômetros (milionésimo de metro) e se formam a partir de gases, entre os quais, dióxido de enxofre, óxido de nitrogênio e compostos voláteis, liberados durante as atividades de combustão.

Para França, a redução nos focos de calor é, até certo ponto, alentadora. De 1º de janeiro a 31 de julho deste ano, Rondônia teve queda de 27,8% se comparados ao mesmo período de 2019, são 790 focos ativos notificados contra 1.109 no ano passado.

Porto Velho (34 mil Km²) continua sendo o município com o maior número de focos, 127. Se a comparação for de um mês ao outro do mesmo ano, o quantitativo de focos de queimadas se apresenta outro. Em junho deste ano, havia 138 pontos ativos, enquanto julho terminou em 428.

“Desde janeiro, trabalhamos em ações específicas diretas, mas tivemos que modificar o modelo devido à pandemia”, informou França.
Duas equipes da Sedam já percorreram 39 municípios desde janeiro, promovendo diversas reuniões com prefeitos e secretários municipais de meio ambiente.


Fonte: Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.