] Jornal Correio Popular


Sexta-feira, 03 / 07 / 2020
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


SAÚDE
RO tem Hospital de Campanha com estrutura permanente

Data da notícia: 2020-06-25 17:47:45
Foto: Assessoria/Divulgação
Hospital possui 12 leitos de tratamento intensivo para atender pacientes com coronavírus

Os 12 leitos de UTI do Hospital de Campanha de Rondônia, em Porto Velho, foram inaugurados oficialmente na manhã da quarta-feira (24). O governador de Rondônia, Marcos Rocha destacou, durante a solenidade, que a unidade apresenta como diferencial uma estrutura permanente, usina de oxigênio, equipamentos completos e uma equipe competente para o enfrentamento da Covid-19.

‘’A missão é trabalhar com dedicação para salvar vidas e em uma estrutura de concreto que nos permite, ao término da pandemia, continuar a utilizá-la”, pontuou o governador.

‘‘É um modelo diferente, pois hospitais construídos Brasil afora serão destruídos após seis meses, mas esse vai ficar para nossa população. Agradeço a todos os profissionais de saúde que trabalharam arduamente para isso acontecer’’, reforçou o secretário de Estado de Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

A aquisição do hospital foi elogiada pela deputada federal Mariana Carvalho, que faz parte da Comissão Externa de Enfrentamento ao Coronavírus. Ela destaco a proatividade do governo em preparar Rondônia para combater a pandemia. ”Eu tenho que fazer um reconhecimento, pois antes mesmo de se pensar que o vírus pudesse chegar ao Brasil, fui procurada pelo governador e pelo secretário para que pudêssemos preparar o estado de Rondônia para evitar maior número de contágio e de mortes, e o governo não mediu esforços”.

São leitos de tratamento intensivo completos, com: bombas de infusão, ventiladores mecânicos, monitores multiparâmetros e demais itens pertinentes à assistência hospitalar, e ainda com o diferencial que o oxigênio não fica armazenando em cilindros, mas em uma rede de abastecimento própria.

O que, segundo o fisioterapeuta Diego Cocco, ajuda em um melhor atendimento aos pacientes. “Permite manter a pressão contínua de ar comprimido e de oxigênio 24 horas por dia, sem interrupção’’.

Fernando Máximo destacou que, o fato da unidade já possuir usina de oxigênio, representa uma redução de 90% de custos com esse tipo de despesa hospitalar.

Há dois aparelhos de ultrassom na UTI do hospital, o que ajuda no diagnóstico e tratamento do paciente.
Os leitos de UTI, segundo o secretário, são inaugurados 49 dias após a assinatura do contrato. ”Um trabalho de excelente qualidade e em um tempo rápido”, considera Fernando Máximo.


Fonte: Secom


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.