] Jornal Correio Popular
Sexta-feira, 26 / 02 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


RIO MADEIRA
Defesa Civil monitora áreas com risco de cheia

Data da notícia: 2020-02-28 10:22:37
Foto: Assessoria/Divulgação
Caso o rio chegue aos 17 metros, pode haver inundação em áreas ribeirinhas e vários pontos da capital rondoniense

O rio Madeira chegou aos 15,55 metros ontem, quinta-feira (27), e segue na cota de alerta em Porto Velho, de acordo com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Nas últimas 24 horas o nível da água oscilou em mais de 10 centímetros, o que é normal nesta época do ano, segundo a Defesa Civil. No início da semana, o nível da água chegou a 15,71 metros.

Desde o começo da semana, a Defesa Civil monitora os pontos de maior risco de cheia no rio Madeira. Na quarta-feira (26), a equipe esteve na Estrada do Belmont. A via fica ao lado do rio e pode ser alagada nos próximos dias.
Quatro comunidades do ‘Médio Madeira’ também são monitoradas pelas autoridades em Porto Velho, mas não houve necessidade, por enquanto, de retirar famílias de casas.

O rio Madeira atingiu a cota de alerta [de 15 metros] no dia 12 de fevereiro. A cota de inundação do rio é de 17 metros, mas o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) acredita que, em 2020, a água não deva ultrapassar os 16,50 metros.
Segundo a Defesa Civil, 17 metros é a cota de transbordamento para uma eventual cheia na capital.


Cheia histórica
Quando registrou a cheia histórica, em 2014, o nível do rio Madeira passou dos 19 metros. Milhares de pessoas foram retiradas de casa.

Outro ápice do nível do rio foi em 9 de abril de 2007, quando o Madeira chegou a 17,52 metros. Na época, a enchente invadiu bairros, distritos e afetou cerca de 1,6 mil famílias somente em Porto Velho.

Kit´s
A Prefeitura de Porto Velho licitou, no mês de fevereiro, a compra de kits de higiene pessoal, dormitório e limpeza para atender eventuais vítimas de uma grande cheia do rio.

Segundo dados da Superintendência Municipal de Licitações, está prevista o gasto de R$ 777,131 mil com os kits emergenciais que fazem parte do Plano de Contingência em Decorrência do Período de Enchentes. O certame aconteceu ontem (27).


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.