] Jornal Correio Popular
Domingo, 07 / 03 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


TECNOLOGIA
Monitoramento em máquinas do DER começa a ser implantado no interior

Data da notícia: 2018-05-17 18:53:19
Foto: Assessoria/Divulgação
Residência de Colorado do Oeste recebe software de monitoramento em veículos e equipamentos

O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) iniciou ontem (17) a implantação do sistema de monitoramento em máquinas, equipamentos e veículos das residências regionais de Vilhena e Colorado do Oeste.
Nas duas regionais do DER, serão instalados chips em cerca de 70 unidades da frota do órgão, que poderá ser acompanhada por meio de computador ou celular, de qualquer lugar pela internet. O software gera informações a cada minuto e tudo pode ser acompanhado em tempo real.
A empresa iniciou a instalação dos equipamentos no dia 3 de maio, pelas unidades de Porto Velho: a 13ª Residência Regional; a usina de asfalto, e a Coordenadoria de Ações Urbanísticas (CAU).
De acordo com o diretor-geral do órgão, Luiz Carlos Katatal, a empresa contratada pelo DER (Card Ideal), após a implantação dos chips de monitoramento nas máquinas e veículos do órgão no cone sul, seguirá para as regionais de Pimenta Bueno e Cacoal. “Temos 14 residências regionais, 4 usinas de asfalto, a CAU, além da sede administrativa”, explicou Katatal.

Monitoramento
Com o sistema de “vigilância” o governo de Rondônia poderá acompanhar detalhadamente todos os passos de sua frota de máquinas e equipamentos. Será possível saber a localização do maquinário, quanto tempo o equipamento trabalhou, de que forma executou o serviço, e se o servidor está operando a máquina de forma correta.
Com o funcionamento do software, os equipamentos do DER poderão ter manutenção automatizada, haja vista que o sistema gera códigos de defeito, casa haja alguma anormalidade. O software aponta detalhes de funcionamento como: tempo de uso em marcha lenta; aceleração excessiva; circulação em área não permitida; identificação do operadores/motorista; tempo de motor ligado com veículo parado; consumo de combustível, além de falhas como a falta de combustível; de graxa; de óleo; calibragem dos pneus; entre outros, facilitando a manutenção.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.