] Jornal Correio Popular
Sexta-feira, 26 / 02 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br


EQUILÍBRIO FINANCEIRO
Governo de RO economiza em gastos públicos com ações estratégicas

Data da notícia: 2018-02-15 11:50:18
Foto: Assessoria/Divulgação
Planejamento estratégico do governo de Rondônia garante equilíbrio financeiro nas contas públicas

Fazer mais com menos. Essa foi à medida adotada pelo governo de Rondônia para atravessar as turbulências econômicas que atinge o país sem afetar o equilíbrio financeiro. A iniciativa deu certo. Em 2017, a economia com gastos públicos foi de 20%, um índice que se mantém desde 2015, quando o governador Confúcio Moura estabeleceu por decreto esta meta de redução de despesas por ano.
Só com energia elétrica, o governo economizou 11,83% no ano passado e ainda 18,1% com os gastos com água, 14,6% com telefonia fixa e outros 16% com a telefonia móvel. Outras medidas adotadas em anos anteriores se refletem positivamente a cada ano no governo.
Um das reduções mais significativas se deu por meio da adoção da frota administrativa única, com a redução de 338 para 120 veículos sem prejuízo ao serviço público e substituição por automóveis novos e de modelos com manutenção mais econômica.
Se antes os gastos com a frota chegavam a cerca de R$ 8 milhões por mês, agora fica em torno de R$ 5 a 6 milhões. A concentração das secretarias em um único local, no Palácio Rio Madeira, além de trazer mais facilidade para cidadão que precisa de atendimento, causou também um impacto positivo para a economia. Foram reduzidos mais de R$ 1 milhão apenas com eliminação de aluguéis.
O valor das diárias de viagem foi reajustado, mas, em compensação, o número de servidores empregados nessas atividades passou a ser otimizado. O governo também vem economizando com a compra de papéis depois que aderiu ao Sistema Eletrônico de Informação (SEI), com a projeção de mais 50% de redução. A compra de copos descartáveis, que era de 200 caixas por semestre, caiu para 30 caixas com a campanha ‘‘Adote uma caneca’’.
A economia também foi feita por meio da centralização de contratos de manutenções, de abastecimento e também de aquisição de patrimônio. O estado de Rondônia ainda reduziu gastos com o programa de eficiência energética ao trocar a rede elétrica de escolas e outros prédios públicos.
De acordo com o titular da Superintendência de Gestão de Suprimentos, Logística e Gastos Públicos Essenciais do Estado (Sugesp), Elvandro Ribeiro, todos os esforços de contenção de despesas são direcionados para um fim: respeito com o cidadão rondoniense ao aplicar bem o recurso público.
‘‘Quando nós deixamos de gastar com aquilo que não era necessário, estamos tendo respeito justamente com o rondoniense, porque fazemos economia de um lado para investimento do outro. Todos os nossos esforços têm que ser em prol da sociedade’’, afirma o superintendente.
O ponto de partida para o equilíbrio financeiro visto hoje se deu após a observação da situação econômica que existia no estado.
‘‘A visão que o governador teve com essa projeção para ter esse equilíbrio hoje no estado começou lá atrás, em 2011, quando ele começou a analisar a despesa e as receitas, e ele começou a se preocupar com o desequilíbrio que havia naquela época. Hoje, em 2018, vemos que as medidas adotadas, lá atrás, pelo pulso e pela capacidade técnica que o governador teve se refletem no equilíbrio econômico do Estado’’, avaliou Elvandro Ribeiro.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.