] Jornal Correio Popular
Sexta-feira, 05 / 03 / 2021
JORNAL CORREIO POPULAR DE RONDôNIA - Fone: 69-3421-6853 - E-mail: redacao@correiopopular.com.br



Mês de prevenção à Hanseníase
Ji-Paraná é o segundo município de Rondônia que mais tem casos de hanseníase. São 700 pessoas fazendo tratamento no Centro Especializado em Patologias Tropicais, Padre Adolfo Rohl. O tratamento gratuito é oferecido pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Para alertar sobre os riscos da doença e a importância do diagnóstico e tratamento, a Prefeitura aderiu ao Janeiro Roxo, uma campanha nacional contra a hanseníase. Um Pit Stop foi realizado nesta quinta-feira (25) próximo a Unidade Adolfo Rohl, com o objetivo de distribuir panfletos com orientações sobre a doença. Segundo a fisioterapeuta, Jackeline Siqueira Spricigo, Rondônia é hiperendêmico para a doença, ou seja, está em constante crescimento. Mesmo com campanhas educativas e tratamento gratuito oferecido pelo Poder Público, muitas pessoas não procuram as unidades e acabam convivendo com a doença contagiosa durante anos. “O contágio é feito pelas vias aéras. Mas para que haja a transmissão, é preciso uma convivência prolongada. Por isso é muito comum a transmissão entre a família”, explicou a fisioterapeuta. A hanseníase tem cura e o diagnóstico precisa ser feito o mais rápido possível, para que não haja sequelas da doença como formigamentos, incapacidades ou deformidades no corpo. Foi o caso da dona de casa Margarete Alves de Lima. Há quatro anos ela descobriu que tinha hanseníase, iniciou o tratamento, mas conviveu com a doença por 20 anos. As complicações foram inevitáveis como câimbra nas mãos e falta de força nas pernas....


Compartilhe com seus amigos:
 




www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.