FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Segunda-feira, 19 / 02 / 2018
DEU RUIM
Roubam celular para pagar dívida de drogas

Data da notícia: 2018-02-05 11:12:44
Foto: Ilustrativa/Divulgação
A Polícia Militar intensificou as abordagens em locais estratégico, conseguindo prender os suspeitos
Na quinta-feira (1), a Polícia Militar conseguiu prender dois assaltantes que praticaram um roubo a um pedestre e ainda localizou o celular, que já estava na mão do suposto receptador. De acordo com o Boletim Policial, registrado na Unisp, dois indivíduos, em uma motocicleta Honda CG Titan, de cor preta, abordaram um jovem de 18 anos, que transitava pela rua T-14, com a avenida Nazaré, antiga Linha 94, no 2º Distrito de Ji-Paraná, e com a mão de baixo da camiseta, simulando que segurava uma arma de fogo, o passageiro anunciou o assalto, levando apenas um aparelho celular da vítima.
Prontamente, as guarnições de Rádio Patrulha intensificaram as abordagens em locais estratégicos, avistando os dois suspeitos dentro de um terreno baldio, na altura da rua Xapuri. Eles foram abordados e identificados como A.J.N. de 37 anos e E.F.C. de 20 anos.
Na primeira conversa, a dupla tentou enganar os policiais, mas acabaram confessando o crime após se contradizerem por várias vezes. Os PM’s notaram que A.J.N. estava com um corte profundo em uma das pernas e ao perguntar o que havia acontecido, ele relatou que foi espancado pelo dono de uma boca de fumo, conhecido pela alcunha de “Brandão”, durante um acerto de uma dívida de drogas. Ele também confessou que havia deixado o aparelho celular na casa de Brandão para quitar esta dívida.
Então, a Guarnição foi até o endereço e conversou com os proprietários da residência, sendo pai e filho, identificados como W.B.O. de 26 anos e F.S.O. de 49 anos.
F.S.O. e seu filho admitiram que estavam de posse do aparelho celular e falaram que encontraram o celular no meio da rua. Sobre a briga, Brandão, que já possui diversas passagens por tráfico de drogas e porte de arma, assumiu que agrediu o A.J.N. mas alegou que o motivo da briga foi devido a uma discussão por motivo banal.
Diante da situação, todos os envolvidos receberam voz de prisão e foram encaminhados para a Unisp, onde foram entregues à autoridade de plantão.


Fonte: Comando190


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.