FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Segunda-feira, 22 / 01 / 2018
RODOVIA 135
Moradores reclamam das condições da RO-135

Data da notícia: 2018-01-11 11:56:44
Foto: Assessoria/Divulgação
Os buracos dificultam o trafego de veículos na rodovia estadual e o acesso ao Distrito de Nova Londrina
Quem precisa trafegar pela RO-135 convive com os inúmeros buracos na pista da rodovia estadual que liga Ji-Paraná ao Distrito de Nova Londrina e aos municípios da BR-429. Agricultores e moradores da região devem realizar uma manifestação em protesto às condições da via na próxima sexta-feira (12).
O protesto foi aprovado durante reunião realizada na última sexta-feira (5) com os moradores da região. Segundo Nivaldo Valdivino, essa será a segunda manifestação dos moradores, pedindo a recuperação da RO-135 pelo Departamento de Estrada e Rodagens de Rondônia (DER).
“Não tem mais jeito, o governo, através do DER, precisa, urgentemente, recapear essa rodovia. Ninguém suporta mais com os mesmos problemas”, criticou Nivaldo Valdivino.
O chefe da 8ª Residência do DER, Sebastião Proença, falou sobre a situação da rodovia RO-135. Ele percorreu toda extensão rodovia com produtores e os pontos considerados críticos.
Nesta terça-feira (9), servidores e equipamentos do DER, realizaram um trabalho paliativo de recuperação, tentando melhorar as condições de tráfego.
Segundo o deputado estadual Airton Gurgacz (PDT), um pedido de recapeamento da pista foi realizado, em 2015, e reiterado nos anos seguintes, porém a rodovia ainda não recebeu a liberação para as obras.
A rodovia é uma importante via para o escoamento da produção agrícola da região central do estado e do Vale do Guaporé. Segundo o deputado, o asfaltou na RO-135 foi colocado há cerca de 20 anos, já não suporta mais trabalho paliativo de manutenção, como o chamado tapa-buracos.
“Vamos continuar essa luta. Sabemos da importância dessas rodovias tanto para o escoamento da produção agrícola, quanto no transporte de pessoas para os dois distritos, estado do Mato Grosso e também toda a região do Vale do Guaporé. Não temos mais condições de conviver com essa situação”, afirmou Gurgacz.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.