FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Segunda-feira, 22 / 01 / 2018
finalista
Projeto Viveiro Cidadão de RO concorre à premiação da ANA

Data da notícia: 2017-12-07 11:21:38
Foto: Assessoria/Divulgação
Equipe do projeto distribuindo mudas de árvores
A Agência Nacional de Águas (ANA) realizou na noite de ontem (6), a cerimônia de entrega do Prêmio ANA 2017. No teatro da Caixa Cultural de Brasília, a instituição anunciou os trabalhos escolhidos como vencedores pela Comissão Julgadora nas nove categorias em disputa: Empresas de Médio e de Grande Porte, Empresas de Micro e de Pequeno Porte, Ensino, Governo, Imprensa – Impressos e Sites, Imprensa – Rádio, Imprensa – TV, Organizações Civis e Pesquisa e Inovação Tecnológica.
Entre os finalistas há um trabalho de Rondônia: o Projeto Viveiro Cidadão, realizado nos municípios da zona da mata rondoniense, entre julho de 2013 a julho de 2015, pela instituição Ação Ecológica Guaporé. A iniciativa tem o objetivo de recuperar áreas degradadas na sub-bacia do rio Palha a partir de ações de reflorestamento, utilizando a infraestrutura existente no viveiro de produção de mudas da Ecoporé como centro irradiador de ações de educação ambiental e comunicação. Nesta categoria também concorrem projetos de Brasópolis (MG) e Teixeira (PB).
Promovida pela Agência com patrocínio da Caixa Econômica Federal, a premiação busca reconhecer o mérito de iniciativas que contribuam para a gestão e o uso sustentável dos recursos hídricos no Brasil, promovendo o combate à poluição e ao desperdício. Além disso, o Prêmio ANA dá destaque a trabalhos que apontem caminhos para assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para os brasileiros. A Rede Brasil de Organismos de Bacia (REBOB) apoia o evento.
Os ganhadores de cada categoria receberam o Troféu Prêmio ANA e uma viagem para participar do 8º Fórum Mundial da Água, marcado para acontecer em Brasília de 18 e 23 de março de 2018. Esta será a primeira edição do maior evento do mundo sobre água no Hemisfério Sul. Durante o fórum, os vencedores do Prêmio ANA 2017 poderão apresentar seus trabalhos para um público internacional. No caso das categorias de imprensa, os vencedores terão oportunidade de cobrir o evento.
Todas as regiões do Brasil tiveram finalistas nesta que é a edição mais concorrida do Prêmio ANA até hoje, que recebeu o recorde de 608 inscrições. São Paulo teve sete finalistas e vem seguido por Minas Gerais (4), Distrito Federal (3), Rio Grande do Sul (3), Rio Grande do Norte (2), Alagoas (1), Paraíba (1), Paraná (1), Pernambuco (1), Rio de Janeiro (1), Rondônia (1), Santa Catarina (1) e Tocantins (1).
O Prêmio ANA 2017 teve a comissão julgadora composta por membros externos à agência e com notório saber na área de recursos hídricos, meio ambiente ou jornalismo. Compõe o grupo Anícia Pio, Carlos Hiroo Saito, Moema Versiani Acselrad, Mônica Montenegro, Afra Balazina, Lupércio Ziroldo e Oscar de Moraes Cordeiro Netto. O presidente da comissão organizadora, Horácio Figueiredo, também presidiu a comissão lulgadora, mas não teve direito a voto e não pode selecionar projetos.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.