FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Assine a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Terça-feira, 12 / 12 / 2017
AUDIÊNCIA PÚBLICA
Prefeitura de Jaru apresenta projeto de aterro sanitário

Data da notícia: 2017-12-06 11:37:32
Foto: Assessoria/Divulgação
O prefeito João Gonçalves Júnior na audiência com representantes do MP, vereadores, secretários e técnicos da Sedam
Desde 2006, o Ministério Público cobra do município uma solução para o fim do lixão da cidade de Jaru. Uma lei federal obriga os municípios a darem destino adequado aos rejeitos de resíduos sólidos, que fechem os lixões e se ajustem de vez à política nacional de resíduos sólidos, com a criação de aterro sanitário.
A Secretaria de Estadual do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e a Prefeitura de Jaru realizaram uma audiência pública para discutir a implantação do aterro sanitário do município.
Para o prefeito João Gonçalves Júnior, a audiência foi de grande interesse do município. “Há muitos anos, estão empurrando esse assunto com a barriga. Contudo, logo que assumimos essa gestão, já iniciamos os debates e as propostas. Precisamos solucionar o problema do lixão”, admitiu.
No início da audiência, técnicos da Sedam falaram sobre o licenciamento ambiental, seu fundamento legal, a publicidade necessária, a participação popular e os prazos previstos na legislação.
Na sequência, a equipe técnica responsável pelo projeto, formada por engenheiros florestais e ambientais, além de biólogos e outros profissionais, fez a exposição sobre o aterro sanitário, o estudo ambiental e o relatório de impacto ambiental. Segundo o relatório, a construção do aterro é viável e necessária.
Na oportunidade, centenas de pessoas estiveram na audiência, entre populares, empresários, servidores públicos e representantes da Organização Não Governamental (Ong) Evitando a Poluição do Ambiente (Epa).
O promotor de Justiça, Fábio Rodrigo Casaril, lembrou que esse é um momento de muita importância. “O município precisa dar uma destinação correta ao lixo produzido”, garantiu.
“É uma nova era, um novo momento. Parabéns prefeito pela vontade em fazer esse aterro. O município que não tem qualidade ambiental, não tem qualidade de vida”, argumentou o secretário adjunto da Sedam, Francisco de Sales Oliveira dos Santos.

PARTICIPAÇÃO
Também participaram do evento, os vereadores Josemar da 34, Chico Baquer, Carlinhos da Denísia, Ilson Felix, Ademir Motorista e Gaúcho da TV Lunar, e ainda, o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jaru (ACIJ), Ednilso de Oliveira.
Os participantes discutiram, fizeram questionamentos e deixaram as opiniões sobre o aterro e o local onde será construído. De acordo com a equipe técnica, todas as observações apresentadas serão consideradas.
Agora, a Sedam terá mais alguns dias de prazo legal para a análise e, consequentemente, autorizar o licenciamento ambiental, para a localização, instalação, e operação do aterro.


Fonte: Assessoria


Compartilhe com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.