FALE CONOSCO     |     INTRANET     |      QUEM SOMOS
 Conheça a revista PONTO M  
SIGA O CP       ANUNCIE AQUI

Bom dia! Domingo, 28 / 05 / 2017
Candeias do Jamari
Polícia prende acusados de matar ex prefeito

Data da notícia: 2017-05-11 09:45:04
Foto: Rondoniaovivo
As investigações da morte do ex-prefeito de Candeias do Jamari devem ser encerradas em breve
K.Y.I. L. primo do atual prefeito de Candeias do Jamari, L.I.,está sendo acusado de tramar a morte do ex-prefeito Francisco Vicente de Souza (PSB), o "Chico Pernambuco", informou a Polícia Civil de Rondônia.
O suspeito está foragido, mas os demais envolvidos no crime, M.V. B.; W.C.F.; H.R.O. e D.N.C. foram presos durante a Operação Brutus, comandada pela delegada da PC, Keity Mota Soares.
As investigações da morte do ex-prefeito Chico Pernambuco devem ser encerradas em breve pela Polícia Civil. Com a prisão de quatro acusados de envolvimento no crime na segunda-feira, durante a Operação Brutus, a delegada Keity Mota Soares acredita que o crime estará solucionado.
A Polícia Civil chegou aos envolvidos após a prisão de M.V.B. por posse de drogas. A arma do crime foi encontrada com ele e a partir daí se chegou aos demais envolvidos.
M.V.B. estava sendo monitorado pelo Denarc, inclusive com gravação de suas conversas telefônicas. Na segunda-feira (8), a mulher dele, I.X.T. também foi presa. M.V.B. foi contratado por um grupo político ligado ao vice-prefeito da cidade, L.I.
A negociação inicial foi feita em 7 de março, poucos dias antes do crime. K.Y.I.L. negociou diretamente com a morte do ex-prefeito porque Chico Pernambuco não cumpriu acordos realizados durante a campanha eleitoral.
Antes da eleição, o ex-prefeito de Candeias do Jamari teria negociado com o grupo do vice-prefeito que cederia as secretarias de Educação e Agricultura em troca de R$ 300 mil para a campanha. Após eleito, o prefeito não cumpriu, mas pressionado concordou que o vice e seus parentes indicassem titulares das secretarias de Meio Ambiente e Educação, mas não indicassem os demais assessores.
No entanto, de acordo com a polícia, o estopim para a morte de Chico Pernambuco foi em 7 de março, quando o então prefeito teria interferido em uma licitação contrária aos interesses da família do vice.
A polícia conseguiu chegar ao nome do assassino porque o Denarc já o investigava por tráfico. Conversas entre os envolvidos foram gravadas. Segundo a investigação, o homicídio custou R$ 50 mil.
A polícia apurou que M.V.B. saiu em busca de outros criminosos para ajudá-lo e assim manteve contato com W.C.F.; H.R. O. e D.N.C.
K.Y.I. L. primo do atual prefeito de Candeias do Jamari, L.I. tramou a morte do ex-prefeito de "Chico Pernambuco", acredita a Polícia Civil de Rondônia. Ele está foragido, mas os demais envolvidos no crime, M.V. B.; W.C.F.; H.R.O. e D.N.C. foram presos durante a Operação Brutus.


Fonte: Rondoniagora


Compartilhe esta notícia com seus amigos:





www.correiopopular.com.br
é uma publicação pertencente à EMPRESA JORNALÍSTICA CP DE RONDÔNIA LTDA
2016 - Todos os direitos reservados
Contatos: redacao@correiopopular.net - comercial@correiopopular.com.br - cpredacao@uol.com.br
Telefone: 69-3421-6853.